Quem acha que fisgar o público pela internet é algo fácil devido à variedade de possibilidade de campanhas digitais para fazer se engana. A concorrência é acirrada no meio online, afinal, as opções disputando a atenção do seu consumidor são inúmeras. Por isso o Marketing Digital criou o remarketing, uma das estratégias que ajudam na conversão de leads. Você sabe o que é remarketing e por que ele é tão importante para o setor de eventos?

Neste post vamos explicar sobre essa estratégia, especificar qual a diferença dela em relação ao retargeting e como associá-la à venda online de ingressos para um evento. Prepare-se para associá-la às necessidades do evento que você pretende produzir, aproveitando para refletir sobre soluções viáveis para a sua produção :)

O que é Remarketing

O remarketing é uma estratégia criada para que as pessoas que já tiveram contato com seu site ou com suas campanhas possam interagir com elas novamente. O objetivo é que elas sejam impactadas novamente pela sua proposta de venda ou por um produto, fazendo-as repensarem sobre as vantagens de adquirir seu serviço.

O remarketing, portanto, é um recurso primordial para melhorar os resultados em vendas, porque ele reconecta a pessoa que demonstrou interesse no seu serviço ao marketing da sua empresa.. Ele costuma ser utilizado na forma de e-mails, justamente para relembrar o público de algo que ele esqueceu de adicionar ao carrinho de compras, por exemplo, ou para avisar sobre uma promoção com tempo limitado que foi publicada no site da sua marca.

Remarketing não é a mesma coisa que Retargeting

Os nomes são bem parecidos, até mesmo a sonoridade é próxima, porém tratam-se de estratégias com mecânicas diferentes. Um dos motivos da semelhança e até confusão entre os nomes é que o Google possui uma ferramenta própria de retargeting que é conhecida como Remarketing – o que induz ao uso como termos sinônimos, na maioria das vezes.

No entanto, o retargeting realiza a conversão de leads de pessoas já interessadas no seu serviço por meio de anúncios pagos, que são colocados em pontos estratégicos de páginas online. No caso do ramo de eventos, o remarketing vai impactar o público por meio de e-mails para que ela reconsidere a possibilidade de comprar o ingresso.

A importância do remarketing no Marketing Digital

Como já falamos, o remarketing ajuda a aumentar as taxas de conversão – afinal, nem sempre um consumidor compra determinado produto ou serviço logo de primeira, no contato inicial que ele teve com sua marca. Diversos fatores constituem a decisão de compra do seu público, e nem sempre é possível atingir todos no primeiro contato. Dessa forma,o remarketing é uma maneira inteligente de mostrar ao seus leads novos motivos para ele ir ao seu evento – e ter essa oportunidade de continuar alcançando seus compradores pode aumentar muito a sua conversão.

Vale ressaltar que o uso do remarketing irá acelerar o processo de decisão de compra. Entretanto, ele deve estar combinado a outras estratégias de Inbound Marketing (um dos braços do Marketing Digital) para que possa ampliar as chances do consumidor avançar na jornada de compra e percorrer outros níveis do seu funil de vendas.

#DicaSympla: O que é persona e qual a importância de criar uma para seu evento

Como fazer uma campanha de remarketing

A primeira atividade a ser realizada para dar início à sua estratégia de remarketing é criar um planejamento. Somente com ele em mãos será possível mapear os leads que estão nos diferentes estágios do processo de compra do seu evento: conscientização, consideração, compra ou fidelização. Por isso, o remarketing é quase uma espécie de segmentação do público: você observa e determina o contexto de cada comprador e atua com ações que vão fisgá-lo até a conversão final.

O público deve ser impactado por argumentos que o convençam a comprar o ingresso: ressalte que o evento será uma experiência incrível, algo que ele nunca viveu antes, com atrações exclusivas ou super importantes.

Facilita bastante traçar o remarketing por meio de listas, dividindo os visitantes do seu site de acordo com o tipo de ação realizada por eles – por exemplo, se foi alguém que teve um contato superficial com o anúncio do seu evento, ou se foi uma pessoa que começou a preencher o formulário de compra e por algum motivo não terminou de completá-lo.

Após definir o tipo de público, pense nos conteúdos que ele deverá receber. No caso de quem teve um contato superficial com seu anúncio ou não terminou de preencher o formulário, por exemplo, podem ser enviados e-mails mostrando novos motivos que convençam a ir ao evento, ou convidando a terminar de preencher o formulário de contato para receber um e-book gratuito.

Para otimizar o gerenciamento destes e-mails, ferramentas de automação são boas para saber qual conteúdo ainda não foi enviado ou qual teve mais sucesso.

Por que fazer remarketing para vender seus ingressos

Pense em algo muito importante: poder refrescar a memória de quem foi impactado pela campanha de venda de ingressos para seu evento, mas acabou não comprando. O remarketing resgata, por meio de e-mails personalizados e pertinentes à jornada de compra, os indivíduos que possuem grande potencial de realmente comprar os ingressos do seu evento.

O mundo digital conta com uma exposição constante de diversos tipos de conteúdos – e isso pode acabar fazendo com que sua audiência não dê a devida atenção para seu evento, considerando a possibilidade de que será uma experiência única participar dele. Por isso, é fundamental se reconectar com quem já interagiu com a sua marca, criando listas que indiquem quem já foi em outros eventos produzidos por você, quem respondeu a alguma pesquisa no seu site, quem fez download de e-books, os já inscritos para receber as novidades do seu blog e por aí vai.

Imagine que o público do seu evento está navegando pela internet e é impactado pelo seu evento. Ótimo! Neste momento, ele vai considerar a possibilidade de comprar ou não o ingresso. Se ele optar por tomar a decisão de compra em outro momento, seja lá qual o motivo, com o remarketing ele pode ser novamente impactado e lembrado da oportunidade de experiência única que ele poderá viver indo ao seu evento.

Pode ser até que ele já tenha tomado a decisão de não comprar o ingresso e acabe mudando de ideia ao ver de novo o seu anúncio. Os outros contatos com seu anúncio também podem acabar despertando no público a vontade de compartilhar o evento com os amigos, o que aumentará o alcance da divulgação. Na corrida pela venda online de ingressos, todas as táticas são valiosas,e vence quem souber conquistar o público consumidor.

Esperamos que o remarketing tenha ficado mais claro para você e que suas próximas estratégias envolvendo este recurso do Marketing Digital sejam puro sucesso! Caso você queira se inteirar mais sobre o tema planejamento de eventos, recomendamos a leitura do nosso material Planejamento Estratégico para Produção de Eventos :)