Organizar um evento pode parecer algo simples, porém exige tarefas como a definição de local, data, hora, quais e quantas pessoas irão trabalhar no dia e que tipo de público deverá participar. Para complementar o planejamento dessas informações existe a pesquisa de mercado, atividade que é aplicável para qualquer tipo de evento, independente do segmento – seja ele gastronômico, de entretenimento, educacional, empresarial, esportivo ou tecnológico.

A pesquisa de mercado é um dos fatores que definem o êxito de um evento. É a partir dela que as principais estratégias serão definidas e aplicadas com base em dados concretos, sem receio de falha extrema. Você consegue imaginar como este tipo de estratégia se relaciona com o evento que você irá produzir? Continue lendo e entenda as oportunidades que existem para utilizar a pesquisa de mercado no planejamento do seu evento!

O que é pesquisa de mercado

Pesquisa de mercado é um método criado para coletar dados que sejam relevantes e capazes de guiar e facilitar a tomada de decisões de um negócio, estimulando atitudes mais seguras e assertivas. Exemplos de dados coletados são os interesses ou hábitos de consumo da persona do seu negócio, informações importantes para que as estratégias sejam criadas de maneira a realmente atingir os objetivos da empresa. Fazer uma análise de organizações de diferentes setores também é outro exemplo de pesquisa de mercado, ajudando a entender como a concorrência atua.

As pesquisas de mercado costumam ser compostas por dados primários – quando sua própria empresa coleta e analisa as informações obtidas ou quando contrata uma pessoa para fazer tal tarefa – ou dados secundários, quando terceiros fazem a pesquisa e o conteúdo dela fica à disposição da sua empresa, em forma de guias ou relatórios que podem ser consultados sempre que preciso.

Não se preocupe se você ainda não tem condições para investir em uma pesquisa feita por terceiros. Fazer uma pesquisa de mercado por conta própria também irá proporcionar informações importantes para guiar a produção do seu evento. Além disso, sua intuição e seus conhecimentos também irão contribuir para obter resultados relevantes e específicos à sua área de atuação.

Quando é necessário fazer uma pesquisa de mercado?

Para orientar as decisões que serão tomadas, é preciso identificar os problemas e as oportunidades existentes.Só assim é possível reduzir as incertezas que podem surgir no caminho. Ao reduzir o ceticismo e se basear em dados, no contexto do seu negócio, as chances de alcançar os objetivos desejados aumentam.

Certos tipos de situações realmente requerem a pesquisa de mercado – por exemplo, quando é preciso inovar com eficácia em algum aspecto para atingir o ponto-chave que seu público deseja, no caso de lançamentos de serviços ou para explorar nichos de mercado que são desconhecidos, quando é preciso ter estratégias mais competitivas em relação à concorrência e em situações nas quais se deseja verificar a viabilidade de novas audiências ou novos processos.

Como fazer uma pesquisa de mercado

Procurar informações sobre como funciona o nicho em que seu evento atua exige uma metodologia que já foi testada e aprovada pelos teóricos do Marketing e por grandes marcas que se consolidaram ao longo dos anos. A seguir, nós listamos os principais passos que você pode seguir para fazer uma pesquisa de mercado com eficácia para seu evento:

1. Escreva o objetivo da sua pesquisa

Ao colocar as ideias no papel, fica mais fácil organizá-las. Com sua pesquisa, o que você pretende descobrir para o seu negócio? Entender as melhores formas de vender seus ingressos? Ou conhecer as principais necessidades e desejos do seu cliente? Descobrir que tipo de atrações seu evento precisa ter para bombar?

Por isso, não exite em colocar por escrito o objetivo da pesquisa!

2. Defina seu público-alvo

É a partir do público-alvo do seu evento que você saberá para quem será feita a pesquisa. A intenção é identificar o que seu cliente espera ou deseja do seu evento.

São pessoas que buscam experiência em serviços tecnológicos? Querem aprender uma técnica inovadora de vendas? Ou desejam um evento exclusivamente de música eletrônica Saiba para quem você pretende vender seus ingressos, pois isso é fundamental!

#DicaSympla: Saiba o que é persona e a importância de criar uma para seu evento

3. Estipule a amostra para a pesquisa

Ao definir a quantidade de pessoas que devem responder sua pesquisa, você estará selecionando a amostra e, assim, otimizando o seu tempo. Existem dois tipos de amostragem: a probabilística (pessoas aleatórias respondem à pesquisa) e a não probabilística (a partir de diferentes tipos de pessoas, uma amostra representativa da população responde à pesquisa). Indicamos a amostra não probabilística para ter um resultado mais assertivo, visto que ela considera fatores demográficos e psicográficos da população – como idade, sexo, gênero, interesses e renda média.

4. Determine o melhor método para obter os dados

Analise o que é possível conseguir como referência e separe, portanto, somente as informações específicas e possíveis de serem obtidas por meio de uma entrevista. Verifique o contexto e as circunstâncias da logística que trará efetividade para sua pesquisa.Por exemplo, deve ser algo individual ou requer uma dinâmica em grupo? Uma pesquisa pessoal para captar a reação facial e corporal do entrevistado ou online já será o suficiente?

5. Faça um roteiro de perguntas

É preciso definir as questões da sua pesquisa para que as respostas realmente estejam de acordo com o que seu negócio precisa para organizar um ótimo evento. Sugerimos que as perguntas do roteiro que você irá montar sejam simples, diretas e imparciais e que sejam testadas previamente. Junte sua equipe e faça as perguntas para uma ou mais pessoas de maneira aleatória – isso ajuda a perceber se será preciso ajustar algum termo ou a ordem das palavras. Lembre-se de que este será o momento para sanar dúvidas e obter respostas que serão um verdadeiro norte para seu evento!

6. Prepare o questionário

Tendo em mãos as perguntas que você e sua equipe definiram e testaram, é hora de montar o questionário com as perguntas finais selecionadas. Mantenha a objetividade, mas com espaço para o entrevistado se expressar quando quiser. Aqui, é importante ficar atento para não fazer perguntas de duplo sentido, pois isso pode trazer respostas e impressões equivocadas para sua pesquisa.

7. Aplique o questionário

Solicite ao público da pesquisa que responda ao questionário, respeitando as orientações passadas. No formato online é mais fácil se manter imparcial durante todo o contato com os entrevistados, mas caso a pesquisa seja realizada presencialmente,, o aplicador do questionário deve ficar atento para se manter em tom profissional e sério, para não transparecer emoções ou induzir nenhum tipo de reação nas pessoas.

8. Analise os resultados obtidos

Reúna as pesquisas feitas e interprete os dados com extrema atenção. Até na hora de analisar é importante continuar com a imparcialidade – afinal, você não quer comprometer os resultados do seu evento, não é mesmo? Neste momento, não cabe nenhuma opinião externa, apenas a perspectiva de quem está encabido de levantar os resultados de forma neutra. Busque compreender que querem os potenciais compradores do seu evento: será a partir do tipo de respostas que eles deram que você irá guiar a tomada de decisões necessárias para produzir o evento ideal para o público.

Viu só como a pesquisa de mercado não envolve apenas estudar os concorrentes, e sim todo o ecossistema do seu negócio? Há momentos em que o ciclo de vida do evento indica certos aspectos que, na realidade, são o oposto dos que têm sido aplicados na prática. Por isso, realizar pesquisas de mercado é extremamente importante para manter a sustentação do seu evento a longo prazo.