Festas, solenidades, confraternizações… Quem deseja trabalhar criando experiências deve considerar a profissão de analista de eventos! Afinal, esse profissional é fundamental para o bom andamento de uma produção, a satisfação do público e da empresa envolvida.

E é este especialista quem ajuda na organização e execução das mais diversas celebrações corporativas. Além de participar ativamente da produção, ele mensura e avalia os resultados alcançados para entender se o projeto atingiu o real objetivo.

Quer saber mais sobre o ofício de analista de eventos? Neste artigo, você verá:

  • o que faz um analista de eventos?
  • o que é preciso para se tornar um analista de eventos?
  • o que fazer para ser um bom analista e se destacar na carreira de eventos?

O que faz um analista de eventos?

A pessoa que exerce o cargo de analista de eventos é responsável pela criação de ações comemorativas, como festas, solenidades e lançamento de produtos, com a finalidade de levar ao público final e aos colaboradores a cultura e a experiência de uma empresa.

Ele pode atuar de forma autônoma, dentro de uma agência do setor ou de forma interna em diversas empresas em conjunto com o time de marketing.

Este profissional é um verdadeiro multitarefas que lida com todas as etapas de uma produção — planejamento, execução e pós-evento. Ele pode atuar em projetos para o público interno ou externo, como:

  • confraternizações;
  • feiras;
  • exposições;
  • lançamentos de produtos;
  • shows;
  • e muito mais!

Veja algumas das atribuições dessa profissão e o que é feito em cada uma delas!

Elaboração da proposta do evento e todo o seu planejamento

Um evento não surge do nada, não é mesmo? Toda ação exige um planejamento e o analista da produção é quem fica responsável por elaborar a proposta do projeto.

Dessa forma, ele é encarregado de estabelecer:

  • metas;
  • público-alvo;
  • pensar na estrutura e equipamentos como som e iluminação;
  • definir o limite de pessoas;
  • planejar atrações;
  • entre outros detalhes, como alimentação e recepção de convidados.

Ele também deve estar atento às estratégias de divulgação e contribuir com o plano do setor de marketing, já que possui um bom domínio dos perfis dos participantes e, portanto, pode ajudar a atraí-los de forma mais efetiva.

Gerenciamento da produção

Esse analista é também responsável por todo o gerenciamento do evento, com o objetivo de garantir que tudo seja realizado conforme planejado na etapa anterior. Assim, ele fica responsável por tarefas como:

  • entrar em contato com fornecedores;
  • acompanhar a venda ou retirada de ingressos;
  • fazer contato com os artistas ou palestrantes;
  • entre outras ações.

Suporte durante a execução do evento

Além de prezar pelo planejamento estratégico da produção e seu gerenciamento, o analista deve ficar a postos para oferecer suporte enquanto o evento estiver acontecendo.

É importante que o profissional se reúna com toda a equipe envolvida para fazer os últimos alinhamentos antes de abrir as portas para o público, repassando as funções de cada colaborador.

Possíveis problemas que surjam no decorrer do projeto devem ser resolvidos de forma suave, de modo a não afetar a experiência dos participantes e convidados.

Mensuração de resultados

A festa pode acabar, mas o trabalho continua. Depois da realização do evento, o analista deve avaliar os resultados da ação, entendendo se ela cumpriu com seus principais objetivos.

Nesta fase, este especialista deve:

  • compreender o nível de satisfação dos participantes coletando feedbacks;
  • rever o orçamento da produção e calcular o lucro;
  • avaliar novamente o briefing inicial do evento;
  • verificar pontos de acerto e melhoria para próximas produções;
  • número de leads conquistados;
  • entre outros.

O que é preciso para se tornar um analista de eventos?

Para atuar como analista de eventos, a pessoa deve procurar se especializar na área. Não é uma exigência ter ensino superior, mas existem diversos cursos disponíveis no mercado dedicados a quem deseja atuar na produção de eventos.

O profissional deve investir no aprendizado de gerenciamento de processos e conhecimentos específicos sobre as fases de pré, durante e pós-produção, sendo capaz de:

  • estruturar a organização de um projeto;
  • gerenciar contratos e prestação de serviços;
  • lidar com documentações e protocolos;
  • se relacionar com o público;
  • elaborar o planejamento de diversos tipos de eventos;
  • e muito mais!

Também é importante ser organizado, ter habilidade para se relacionar com as pessoas, boa postura e comunicação.

O que fazer para ser um bom analista e se destacar na carreira de eventos?

Ficou interessado na área ou já é atuante? Para se destacar na carreira e se tornar um grande profissional de eventos, é preciso muito esforço e dedicação.

Como em muitos outros ofícios, é necessário ter determinadas competências para executar projetos de qualidade, deixando o cliente satisfeito.

Algumas das habilidades que devem ser aprimoradas para alavancar na área são:

  • organização e gerenciamento de tempo;
  • capacidade de enxergar e antecipar problemas;
  • facilidade de relacionamento;
  • conhecimento de técnicas de negociação;
  • muita criatividade;
  • atenção aos detalhes;
  • aptidão com números;
  • competência para delegar tarefas.

Entendeu o papel do analista nos eventos? Acompanhe mais conteúdos no blog da Sympla!

Até aqui foi possível ver que este profissional é muito importante para garantir o sucesso das produções, pois ele possui habilidades e conhecimentos específicos sobre cada uma das etapas de realização.

Ele deve prezar pela boa receptividade do projeto e, para isso, existem algumas estratégias que podem ajudar a engajar os participantes, tornando a festa, congresso ou cerimônia mais atrativa.

Continue no blog da Sympla e leia também sobre algumas tendências de interatividade em eventos!