Como organizar uma festa de Carnaval

Como organizar uma festa de Carnaval

O backstage de qualquer evento sabe que, para a diversão e a segurança serem garantidas, é necessário muito planejamento e organização.

No caso das festas de carnaval, podemos afirmar que todo o preparo pode até ser dobrado, dependendo do porte do evento. Por isso, preparamos alguns tópicos básicos para ajudar quem vai trabalhar nos bastidores a preparar um Carnaval sensacional \o/

Ei, você aí! Me dá um dinheiro aí: Fique atento ao orçamento disponível

Alguns eventos podem ter proporções gigantescas, como é o caso dos carnavais do Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, por exemplo. Mas mesmo nas festas menores nos locais fechados, se não houver um controle preciso dos gastos, todo o planejamento pode ir por água abaixo.

#DicaSympla: Faça o download de cada uma das nossas planilhas para ter um controle rígido do planejamento do evento, desde o momento do orçamento, check-list dos fornecedores até o controle financeiro com um borderô.

Hoje tem festa no gueto: Pesquise tudo sobre o local do evento

Como definir o local do evento? Carnaval é o tipo de festa que não tem muito padrão para acontecer: pode ser na rua, no clube, em casa, no sambódramo, na escola, na casa noturna e até no parque. Porém, existem regras que precisam ser seguidas. Festas com grande concentração de pessoas precisam de alvarás de funcionamento para poderem acontecer, como dos bombeiros e vigilância sanitária.

Pesquise junto à prefeitura da cidade quais são as exigências legais e fuja do risco da festa ser interditada ou proibida. Para adiantar, acesse este guia e tenha em mãos documentos necessários para as solicitações do alvará.

No caso de eventos em locais públicos, cidades históricas e parques, por exemplo, a atenção deve ser redobrada. É necessário pedir autorização para a prefeitura e verificar questões como fechamento de ruas e policiamento.

Cachaça não é água, não: Defina como funcionará a consumação da festa

Alguns clubes optam por festas open bar, nas quais o valor do ingresso cobre toda a consumação do convidado. Neste caso selecione as bebidas que estarão inclusas e deixe claro no convite, no bar ou em outros materiais de divulgação. É importante que tudo esteja no contrato, para que não surjam custos extras ao organizador.

Se houver comercialização de bebidas, fique atento à procedência dos produtos e cheque os alvarás dos fornecedores. Dois pontos importantes em qualquer tipo de festa é manter as bebidas devidamente geladas e providenciar um local de refrigeração eficiente. O outro, é adequar a oferta de bebidas ao estilo do evento e perfil dos convidados. E lembre-se: em matinês de crianças e adolescentes não coloque bebidas alcoólicas à disposição!

Ô abre alas: Organize blocos e garanta o engajamento dos convidados

As festas nas ruas das cidades brasileiras são famosas por seus blocos animados e até clubes particulares têm aderido cada vez mais à organização dos foliões. Os blocos de carnaval geralmente são caracterizados por um tema e uma identificação, que pode ser por abadás ou fantasias, por exemplo.

Para organizar um bloco em uma rua, é importante pedir autorização à prefeitura. Apresente a previsão de público, horário, a data que o bloco desfilará e a pretensão de trajeto a ser percorrido. Essa parceria com a prefeitura da cidade pode garantir o apoio do departamento de trânsito na interdição das ruas e até o fornecimento de banheiros químicos. No caso de festas em locais privados, o importante é manter a animação do bloco com marchinhas, músicas de carnaval e instrumentos musicais.

Cabe destacar que, não importa se os foliões estarão na rua ou em ambientes fechados, você deve estar atento à segurança. Por vezes, a prefeitura local pode fornecer policiamento e equipes maiores, então não deixe de se certificar sobre isso antecipadamente. Mas para eventos fechados, contrate uma equipe de profissionais.

Ai, ai, confete: Capriche na decoração

Principalmente para as festas de Carnaval em ambientes fechados, a decoração garante o clima alegre do evento. Tecidos coloridos, confete, serpentina e até máscaras e outros acessórios para os foliões ajudam a enfeitar o ambiente.

É bom lembrar que em festas fechadas a um bloco carnavalesco específico, a decoração pode respeitar as cores do abadá.

Tem Babado lá, Chiclete aê, Ivete cá: Atenção para as atrações musicais

Carnaval é uma das festas mais musicais que existem, por isso, não dá para deixar esta parte desafinar: equipamentos sonoros, estrutura do palco, iluminação e artistas precisam estar em perfeita harmonia. Para isso, verifique o seu orçamento e defina quanto poderá ser gasto nesta área. A partir disso, entre em contato com os músicos e DJs e discuta cachês e outras exigências. Definidos, firme um contrato com cláusulas que protejam a organização do show em caso de contratempos.

E por falar em imprevistos, de nada adianta contar com uma atração excepcional na festa se a estrutura do evento e os equipamentos não são adequados. Verifique quais são as condições necessárias de iluminação e som e garanta a continuidade da diversão com geradores. Eles são indispensáveis, pois a falta de energia pode fazer com que a festa acabe.

Como organizador, você deve prezar sempre pela diversão e segurança dos foliões, mas não pense que este trabalho será sinônimo de chateação. Com organização e planejamento você também poderá cantar “Eu grito bem alto: vem curtir o carnaval!”

Pronto para a folia? Se surgir alguma dúvida, fique à vontade para entrar em contato na caixa de comentários!

banner-bottom

TOPO
Gostou do blog?
Gostaria de receber as melhores práticas sobre produzir eventos em seu email? 

×