O produtor deve estar sempre atento para os diferentes formatos de eventos disponíveis, buscando cada vez mais modelos que gerem oportunidades de negócio. Um deles são os diversos tipos de feiras existentes. Conhecê-los, assim como saber o que eles oferecem ao público, é uma excelente maneira de diversificar o formato das produções.

Por isso, continue a leitura e esclareça suas dúvidas em relação aos tipos de feiras!

O que é uma feira?

Uma feira é um evento que visa a exposição de algum serviço, produto, ideologia, marca, etc.

Os objetivos principais dela são gerar vendas, fomentar novos negócios e promover o networking. Normalmente, a feira possui um tema central que guia a produção e também segmenta o público.

Tipos de feiras: quais são os principais?

Conhecendo melhor o seu conceito, é possível aprofundar em alguns dos principais tipos de feiras encontrados no mercado e entender como eles se diferenciam entre si. Vamos lá?

Feira de Negócios

Esse formato é um dos mais comuns e é fácil pensar em exemplos, como salões de automóvel e bienais do segmento de comércio ou de construção civil. Esse modelo é ideal para expositores que buscam fechar novos negócios e encontrar novos clientes.

Para garantir que isso aconteça, o organizador precisa atrair os expositores oferecendo espaço para networking e conexão com grandes públicos. Vale também propor formatos e atrações diferenciadas por meio de apresentação de cases de sucesso, layouts e fachadas marcantes nos stands.

Nesse sentido, o produtor de eventos precisa estar atento às atualizações que podem impactar positivamente a organização desse modelo. Por exemplo, uma das principais tendências do mercado de eventos para 2022 é o retorno das ações presenciais, sempre com respeito aos protocolos de segurança.

Feira de Tecnologia

Esse formato se aproxima de uma feira de negócios, pois também oferece oportunidades de venda. No entanto, ele volta sua atenção especialmente para apresentação de novas tecnologias, como soluções de inteligência artificial ou automação de objetos.

Os eventos desse modelo podem apresentar atualizações e tendências para diversos segmentos, desde a construção civil até a indústria de paisagismo.

Feira de Artesanato

Quem nunca visitou uma feira de artesanato para comprar produtos feitos por artesãos locais ou mesmo internacionais? Apesar de também visar as vendas, esse tipo de evento busca divulgar e valorizar a cultura e as produções de determinadas regiões.

Neste tipo de feira, além dos stands com expositores dos produtos, é possível oferecer oficinas para ensinar a criar peças artesanais, ter demonstrações ao vivo de alguns itens sendo produzidos e bate-papo para contar mais da história cultural de determinados objetos.

Feira de profissões

Com cunho diferenciado dos demais tipos de feira, esse formato de evento é destinado a estudantes que estão buscando ingressar em uma graduação, pós-graduação ou especialização. As instituições de ensino podem apostar nessa modalidade para captar novos alunos.

A intenção é trazer jovens para conhecer a universidade, as ofertas de cursos e fazer um convite para visitar a estrutura do local. Além disso, a feira busca aproximar os pré-vestibulandos do mundo universitário e colocá-los a par desse universo.

Por exemplo, nos stands de cada curso oferecido é possível contar com a presença ou vídeos de ex-alunos e alunos da instituição para que relatem suas experiências e o que conquistaram no mundo profissional.

Também é possível contar com palestras que apresentem as tendências e oportunidades do segmento, bem como aulas práticas para dar uma prévia do que os futuros estudantes irão encontrar na universidade.

Para o produtor de eventos, independentemente do tipo, a Sympla oferece apoio e diversas facilidades para organização de feiras, como a gestão completa da produção, acompanhamento das vendas de ingressos, controle financeiro, comunicação com os participantes e muito mais!

O que o produtor precisa saber para realizar uma feira de eventos?

O que o produtor de eventos precisa saber antes de escolher entre os tipos de feira existentes, são os objetivos centrais do evento que está organizando. Além disso, é preciso considerar o investimento que fará para trazer tecnologia e funcionalidades para tornar a produção mais atrativa.

Da mesma forma, o organizador deve buscar por aquilo que há de mais moderno no universo temático do segmento da feira que está montando.

Somente assim será possível ter certeza de que uma feira é a melhor solução para atingir seu objetivo inicial ou se a união dela com outros tipos de eventos (como congressos ou simpósios) será a forma mais adequada.

A partir daí, será possível entender qual tipo de local será o mais indicado para o evento, recebendo os stands, expositores e eventuais palestrantes de maneira confortável.

Em vista disso, é preciso ter em mente que a realização de feiras – assim como outros eventos – sempre será marcada por muitas análises e ajustes na rota. A Sympla também auxilia nessa questão, ajudando a entender quais métricas para eventos acompanhar para determinar o seu sucesso.

E agora que você já conhece os principais tipos de feiras, é hora colocar a mão na massa e fazer acontecer! Aproveite também para descobrir todas as nossas soluções para eventos.