Fim de semana de sol, carne na brasa, cerveja gelada, farofa e vinagrete… Tem como ser mais brasileiro do que isso? Seja no fogo de chão, na churrasqueira, em forma de espetinho ou peça, o churrasco se tornou uma tradição de famílias de todo o país. Mas isso não significa que ele não possa ser reinventado. A começar pelos cortes de carne para churrasco.

O churrasqueiro que quer surpreender seus convidados pode buscar cortes alternativos para sair do óbvio e proporcionar novas experiências e sabores!

Confira, neste artigo, cinco cortes diferentes que vão revolucionar o próximo churrasco!

Veja 5 cortes de carne para churrasco para surpreender

Inovar na escolha da carne para churrasco não significa que o mestre churrasqueiro precisa deixar a boa e velha picanha de lado. Mas que tal surpreender os convidados com uma experiência gastronômica nova?

Quem deseja sair da mesmice encontra em cortes diferenciados e nobres uma opção interessante. É que essas carnes possuem gosto e texturas diferenciadas, que estimulam o paladar com novos sabores.

Mas qual carne para churrasco escolher para começar a sair do óbvio? Veja algumas opções, abaixo:

1. Bananinha

Ao invés de preparar coração e salsichão como aperitivos antes do prato principal, o churrasqueiro pode inovar e servir a Bananinha.

Esse é um corte com muita gordura entremeada e fica perfeito para ser servido como petisco por seu sabor acentuado, maciez e suculência. Ela é considerada um subcorte de uma carne premium, já que é retirada do contrafilé.

2. T-Bone

Quem já assistiu algum filme, série ou desenho norte-americano em que um assado estava sendo preparado, conhece essa carne para churrasco.

O T-Bone, que tem esse nome por conta do osso em formato de T que divide o contrafilé e filé mignon, é uma peça típica da cozinha dos Estados Unidos. Por unir esses dois cortes tão saborosos, esse pedaço tem qualidade sensacional e é muito suculento.

A carne é ideal para ser preparada na grelha e, para o tempero, não é preciso nenhuma extravagância: sal, pimenta-do-reino e alho triturado.

Mais uma ótima opção para surpreender no churrasco de domingo!

3. Blade Roast

Para os que preferem um corte mais rústico, essa é uma ótima opção. Essa carne para churrasco é macia e com sabor e cor muito acentuados.

Super suculento, o Blade Roast fica ao lado do miolo da paleta e dificilmente ficará seco independentemente do preparo, já que possui uma gordura mais concentrada. Na sua preparação, vale acrescentar temperos caseiros para deixar o prato ainda mais gostoso.


4. Prime Rib

Esse é um corte democrático, já que agrada muitos paladares com seu sabor irresistível. Então, para levar uma novidade aos seus convidados, vale apostar nele!

Assim como o T-Bone, essa carne para churrasco é originária dos Estados Unidos. Ela possui muita gordura entremeada e é cortada da parte mais macia da costela.

Aqui no país, o corte é conhecido como costela de primeira. Para fazer o preparo, é preciso sempre começar com a parte do osso, que demora mais para ficar pronta.


5. Bife de chorizo

Que tal se inspirar na cozinha dos hermanos e preparar um prato delicioso e nada óbvio? O bife de chorizo é uma ótima carne, sendo muito macia e com um sabor marcante.

Tradicional na Argentina, a peça leva esse nome pois se parece com carnes preparadas com linguiça chouriço. A peça é rica em gordura lateral, o que faz com que fique muito suculenta.

O bife de chorizo também pode ser preparado na grelha e temperado com sal fino e azeite.

Como não errar no tempero da carne para churrasco?

Agora que já conhece algumas carnes para churrasco que vão tirar seus encontros com amigos e família do óbvio, que tal ver algumas dicas de como não errar no tempero da carne para churrasco?

Em alguns dos cortes apresentados, foram apresentadas algumas sugestões de como preparar a carne. Então, o ponto principal para não desperdiçar uma peça como essa é não exagerar no sal, já que, em excesso, ele deixa a carne seca. Ao preparar um corte novo, na dúvida, economize no ingrediente!

Outra dica para não errar no preparo é usar, além do tradicional sal grosso:

  • pimenta-do-reino;
  • alho triturado;
  • tomilho;
  • alecrim;
  • chimichurri;
  • entre outros

Para inovar, também vale selar as peças em manteiga derretida e servi-las com molhos, como o barbecue.

Agora que já sabe como mandar muito bem no churrasco com cortes diferentes e também o que fazer para não errar no tempero, que tal encontrar o tipo de cerveja artesanal para harmonizar com essas carnes? Seja mais encorpada ou mais leve, com carne mal passada ou ao ponto, o certo é que o seu rolê gastronômico vai ser um sucesso!