Você já leu aqui no blog da Sympla por que trocar sua live por um evento online. Também já explicamos algumas vantagens de fazer um evento online, além de ensinarmos a criar um roteiro para o seu próximo evento.

Nesse artigo, damos um passo além para explicar como você pode aumentar o engajamento de seus clientes produzindo eventos online. Para exemplificar, usaremos um case de sucesso, nascido em meio à pandemia do novo coronavírus.

ØCLB de Pijamas são encontros online com profissionais da indústria do entretenimento, onde são discutidos os impactos do Covid-19 em seus negócios. É realizado todas terças e quintas, sempre às 21:00, gratuitamente – caso se interesse, inscreva-se aqui em um dos próximos :)

Você vai conferir resultados reais, enquanto o projeto ainda está acontecendo. Inspire-se, aprenda e, se quiser adaptar as ideias para o seu negócio, sinta-se à vontade.

Seja uma voz relevante para a sua tribo

Vivemos um período único na história da civilização. Estudiosos afirmam que o Coronavírus é o marco que define o fim do século XX. Em meio ao clima de mudanças, a verdade deu lugar à perspectiva. O futuro, mais que nunca, é uma colcha de retalhos composta de cenários.

Ninguém sabe prever como será o amanhã. Paradoxalmente, nunca fomos tão bombardeados de notícias. O problema não é a falta de informações, mas o excesso delas. Portanto, uma boa curadoria se faz necessária.

Ser uma voz relevante para a sua comunidade é conseguir se colocar numa posição em que você entrega valor de verdade para a comunidade que serve. No caso desse artigo, a indústria do entretenimento, dos produtores de eventos, conferências e festivais.

Ao receber profissionais que estão liderando essa indústria para que eles compartilhem seus aprendizados durante a crise, o ØCLB de Pijamas ajuda a iluminar os caminhos de quem está às cegas buscando inspiração para os seus negócios. Ao mesmo tempo, constrói uma jornada de conhecimento contínua, que se adapta à medida que novas informações mudam o cenário atual.

Ou seja, o primeiro passo para engajar seus clientes é entender suas dores.

Ser uma voz relevante é servir uma comunidade ao invés de simplesmente prestar um serviço ao seu cliente. Procurar ajudar o seu público sempre foi um bom negócio. Agora, em tempos de Covid-19, passou a ser uma necessidade.

Engajamento para eventos online na prática

Como as pessoas foram obrigadas a permanecer em casa, o tempo delas também foi ressignificado.

Um artigo do New York Times mostra as mudanças de hábitos dos norte-americanos desde que o distanciamento social foi implementado nos EUA. Uma das conclusões (um tanto óbvia) é que as pessoas têm usado com mais frequência a tecnologia como forma de conexão. Redes sociais e plataformas de streaming têm aumentado consideravelmente suas audiências. Outra observação (um pouco menos óbvia) é que os entrevistados se mostraram mais propensos a buscar serviços que os ajude a aprender novos conhecimentos ou a trabalhar de casa.

Ao propor aprendizados sobre a crise em tempo real com profissionais de uma indústria específica, os participantes dos encontros do ØCLB de Pijamas espontaneamente passaram a compartilhar suas experiências nas redes sociais. E mais: convidar outras pessoas a participar dos encontros também.

O resultado não poderia ser melhor. Em duas semanas:

  • O Instagram do ØCLB (@_oclb) cresceu 32%.
  • As newsletters semanais do ØCLB também tiveram um incremento de 31% de novos assinantes.
  • O site do ØCLB cresceu 200% em número de acessos.

Até nossa página no LinkedIn e perfis pessoais nas redes sociais aumentaram consideravelmente no número de visitas, fãs e seguidores.

Em resumo: com um único projeto de eventos online, conquistamos o maior crescimento de engajamento da nossa história em um curto espaço de tempo. E o melhor. Sem gastar um real.

Mas é um evento gratuito. Como monetizar?

Além de aumentarmos a nossa audiência em nossos canais digitais, passamos a receber convites para participarmos de projetos, moderamos entrevistas e compartilharmos nossos conteúdos em empresas.

Como já tínhamos um curso online pago disponível em nosso site, passamos a receber mais inscrições também.

Por fim, ao longo do caminho, conseguimos desenhar um formato de remuneração disponibilizando a gravação dos encontros (entre outros benefícios) em um modelo de assinatura.

Uma das lições que aprendemos com a crise é que não dá para depender de uma única fonte de renda. É muito arriscado colocar todos os ovos num único cesto.

Outro aprendizado importante é que estamos todos passando pelo mesmo problema. Isso nos torna mais aberto a novos modelos de negócios, desde que verdadeiros e focados em resolver algum problema real.

Em tempos de crise, a lógica de vender por si só não se sustenta. É preciso ir além, entender o que significa de verdade a expressão “prestar serviço”. Isso significa repensar seu negócio para uma lógica colaborativa, em que passamos a enxergar nossos concorrentes como “co-concorrentes”. Ou seja, competidores, sim, mas parte de uma mesma cadeia produtiva.

Por isso, não existe melhor momento que esse para usar eventos online como estratégia de engajamento de clientes. Quem sabe você não toma gosto pela coisa? Afinal, só acerta quem tenta.

E então? O que você está esperando para começar a criar seus eventos online?