Qual é a relação entre NFT e eventos? O produtor ligado nas tendências já sabe que existe um calendário de eventos crypto ao redor do globo. Tratam-se de produções em torno de formatos de ativos digitais, como Bitcoin, Ethereum e, mais recentemente, NFT, os tokens não fungíveis.

Altamente populares, esses eventos sobre NFT – congressos, palestras, feiras e exposições – atraem entusiastas, investidores, artistas e celebridades. Na prática, o tema é uma oportunidade para os organizadores que querem atrair público e promover encontros, discussões e reflexões!

Entenda mais sobre o assunto do momento e saiba como produzir eventos com o tema aqui.

O que é NFT?

A sigla é estrangeira e faz referência ao termo non fungible token, ou token não fungível – aquele que não pode ser trocado por semelhantes ou equivalentes. Uma infinidade de ativos digitais pode ser um NFT, como tweets, GIFs, fotografias e obras de arte.

Diferentemente das criptomoedas ou das notas de reais, por exemplo, os NFTs não são intercambiáveis porque são exclusivos, únicos, nenhum é exatamente igual ao outro. É possível trocar duas notas de cinco reais por uma de dez, mas não é tão simples comparar o valor de duas obras de artes ou peças de colecionador, né?

Os NFTs são, ainda, tokens criptográficos, já que configuram ativos armazenados no blockchain – o sistema por meio do qual são transacionadas as bitcoins, por exemplo.

Uma particularidade sobre esse ativo digital é que ele conta com autenticação digital, aquilo que comprova a posse de um item no ambiente virtual. O proprietário, portanto, tem os direitos sobre aquele bem, podendo vendê-lo, por exemplo. Mais ou menos como um contrato, sabe?

#DicaSympla: metaverso e produção de eventos? Saiba mais sobre essa tendência no Blog do Produtor.

NFT e eventos: tendências e formatos possíveis

Não há dúvidas: seja como tema de feiras e exposições ou como parte da experiência de shows e festivais, os NFTs já são parte do universo de eventos.

Em 2022, o emblemático festival de música eletrônica Tomorrowland lança mais de mil NFTs que poderão ser coletados em uma espécie de caça ao tesouro. A ideia é que as peças funcionem como um souvenir para o público, além de contribuírem para o storytelling que permeia o festival.

A edição acontecerá na França, mas não é preciso ir tão longe para ver a relação entre NFT e eventos. Entre junho e julho de 2022, o Rio de Janeiro recebeu o NFT.Rio, a primeira exposição internacional de NFTs no Brasil. Os participantes adquiriram seus ingressos pela Sympla e puderam conferir o trabalho de artistas de todo o mundo, além de acompanhar dezenas de rodas de conversas com curadores, artistas e especialistas.

A moral da história é que, além de usar os tokens como parte da experiência dos participantes – especialmente se a produção tiver um conceito criativo e identidade visual fortes –, o produtor poderá criar eventos sobre os NFTs! São muitos formatos possíveis, confira:

  • Exposições de arte: aqui, o objetivo é mostrar o trabalho dos artistas na forma de tokens. O evento poderá reunir curadores, colecionadores, artistas, jornalistas e outros entusiastas da arte.
  • Palestras, bate-papos ou mesas redondas: esses formatos são voltados para o público que quer mergulhar no universo dos NFTs – de investidores a colecionadores.
  • Cursos e workshops: o produtor pode ainda organizar eventos para quem quer aprender a criar ou investir em NFTs.
  • Leilões: muitos NFTs são vendidos nesse tipo de evento, que pode atrair colecionadores e investidores.

Vantagens de explorar o tema

Já deu pra ver que os NFTs são uma tendência forte no universo dos eventos, né? Mas, quais são as vantagens de entrar nessa onda?

Em primeiro lugar, o assunto é chamativo e está em voga. Por isso, eventos em torno do tema têm potencial para atrair muitas pessoas. Entre elas:

  • investidores;
  • artistas;
  • colecionadores;
  • curadores;
  • jornalistas etc.

Além disso, é possível explorar uma grande quantidade de formatos de eventos, como visto acima. Nesse cenário, o produtor pode organizar desde pequenos talks sobre NFTs até grandes feiras sobre ativos digitais.

Dicas para o produtor de eventos

Os organizadores que quiserem desbravar essa nova tendência podem se beneficiar de algumas dicas. Confira:

Escolha bem os palestrantes e especialistas

Há NFTs do universo de games, da arte e até dos memes da internet. Por isso, na programação de um evento sobre o assunto, é importante escolher palestrantes e especialistas que tenham conhecimento sobre essas áreas.

Aposte em eventos híbridos

Já é possível ver grandes exposições e feiras sobre o universo das NFTs acontecendo de forma presencial ao redor do mundo, mas isso não significa que o online ficou de lado. Afinal, estamos falando de um ativo digital, não é mesmo?

Muitos desses eventos adotaram o formato híbrido, transmitindo palestras e talks para espectadores em todo o globo. Essa é uma boa pedida para os produtores: explorar o alcance do online sem perder o engajamento proporcionado pelo presencial.

Programação e público-alvo

A temática é versátil e pode ser explorada de várias formas! Assim, uma boa pedida é considerar o público-alvo do evento para montar a programação.

Se o evento for voltado para colecionadores e artistas, é fundamental dar destaque para a exibição das obras. Se for uma produção para investidores, por outro lado, incluir falas de especialistas das finanças e da nova economia é o caminho.

Mais tendências no Blog do Produtor

O produtor de eventos deve estar sempre atento às novidades do setor e às movimentações do mercado. Para conferir mais informações sobre o tema, além de dicas de carreira e empreendedorismo, vale acessar o Blog do Produtor, espaço dedicado ao organizador de eventos.