As atividades pedagógicas enriquecem a experiência dos alunos e são uma grande oportunidade para o produtor de eventos. Afinal, ele será responsável por criar uma produção que seja terreno fértil para o aprendizado dinâmico.

Uma análise feita pela Proceedings of the National Academy of Sciences, que é uma importante revista científica, descobriu que as notas dos alunos nos exames melhoraram 6% quando foram utilizadas abordagens de aprendizado ativo, se comparadas aos demais tipos de aprendizagem.

Na mesma pesquisa, foi descoberto que os alunos de aulas tradicionais eram 1,5 vezes mais propensos a reprovar do que aqueles que estavam sendo ensinados com métodos interativos.

Sendo assim, nota-se a importância da dinâmica para melhorar o aprendizado tanto na sala de aula quanto em eventos estudantis, por exemplo.

Conheça, neste artigo, os principais motivos para inserir as atividades pedagógicas em suas produções e crie mais interação entre o público!

O que são atividades pedagógicas?

O aprendizado baseado em atividades pedagógicas faz com que os alunos participem de sua própria experiência de aprendizado por meio de práticas, como resolução de problemas, investigações ou brincadeiras.

Os produtores, quando estiverem organizando eventos em ambientes estudantis, podem investir em diversos tipos de atividades que geram interação entre os alunos e todas as outras pessoas presentes. Isso faz com que eles fiquem concentrados por mais tempo, além de fixar o conhecimento adquirido.

Por meio de experiências profundas de aprendizagem, os alunos alcançarão outros níveis de compreensão, desenvolvendo diferentes habilidades, como:

  • pensamento crítico;
  • trabalho ativo;
  • resolução de problemas importantes.

Sendo assim, o produtor precisa trabalhar para que o seu evento sirva para os estudantes aproveitarem ao máximo e ter ótimas experiências.

Quais são os benefícios das atividades pedagógicas em eventos estudantis?

Esse tipo de atividade traz muitos benefícios, principalmente se incluídas em eventos após as férias escolares, por exemplo. Veja quais são eles a seguir:

1. É um tipo de produção que ocorre o ano inteiro

Para o produtor, esse tipo de evento é muito benéfico e as oportunidades são vistas durante todo o ano letivo, visto que ocorrem aos fins de trimestres, no início e no fim do ano e, principalmente, no período de volta às aulas.

Ao contrário do que se pensa, não há eventos estudantis apenas no começo do ano e, dependendo do tipo de evento, o organizador terá trabalhos a serem realizados frequentemente, como as feiras, workshops e os seminários, que podem ocorrer ao menos uma vez por semestre.

2. É um tipo de produção menor, porém igualmente benéfica

Ao realizar um evento estudantil, a produção será menor se comparada aos demais, como um evento corporativo ou grandes festas. Dessa forma, pode ser menos complicado encontrar o espaço, a decoração e outros itens.

Entretanto, por haver oportunidade durante todo o ano, ainda assim é um tipo de evento que pode trazer benefícios financeiros e manter o organizador ocupado.

3. É um tipo de produção que incentiva os alunos a se expressarem de maneiras diferentes

A aprendizagem baseada em atividades pedagógicas incentiva os alunos a serem criativos quando expressam seus conhecimentos. Este método oferece aos estudantes a oportunidade de aprender por meio do ato de praticar, além de treinar a apresentação verbal.

Sendo assim, realizar um evento estudantil com atividades interativas poderá surtir efeitos positivos, o que também fará com que o produtor possa fazê-los periodicamente, se for possível.

Digamos que seja um workshop, por exemplo, ele poderá ocorrer todo fim de semestre para novas turmas.

Como realizar os eventos com atividades pedagógicas?

A partir do momento que o produtor tem em mente as informações essenciais para realizar um evento estudantil, fica mais fácil pensar nas atividades para inserir na produção. Primeiro, é importante levar alguns pontos em consideração, como:

  • tema;
  • local;
  • quantidade de pessoas;
  • faixa etária e interesses do público presente.

Após isso, algumas dicas irão ajudá-lo a encontrar o espaço e boas atividades que se encaixem com o seu tipo de evento.

Escolha o espaço ideal

A escolha do espaço é um dos passos mais importantes. Afinal, é preciso saber, antes de tudo, se a produção será um evento híbrido ou presencial.

Caso ocorra em um ambiente presencial, o produtor deve fazer uma visita técnica antes e estar atento ao:

Caso seja híbrido ou totalmente online, é interessante contar com uma plataforma de eventos para garantir que a produção seja bem gerenciada e livre de eventuais problemas como:

  • instabilidade na hora do evento;
  • dificuldade para divulgar;
  • problemas com o gerenciamento em geral.

Invista em interações

Quando um evento educacional é realizado, provavelmente, o produtor já tem em mente quem serão os profissionais para palestrar e ministrar as atividades. Sendo assim, o organizador deve ser claro em relação à necessidade de haver práticas e interações após um tempo de teoria.

Os alunos poderão discutir dentro de um grupo as três lições mais relevantes e, em seguida, apresentá-las aos colegas de uma forma criativa.

Jogos de perguntas

Um jogo de perguntas e respostas também é uma ótima maneira de instigar a aprendizagem dos alunos.

Uma boa dica é sugerir que os educadores do evento façam rodadas com caixinhas de dúvidas, por exemplo. Isso faz com que os estudantes questionem sem medo. Além disso, poderão aprender ouvindo os outros.

Comece a organizar seus eventos educacionais

Como foi visto até aqui, contar com as atividades pedagógicas em eventos educacionais pode ser muito benéfico para os produtores. Agora, com a volta às aulas, esse tipo de produção se torna ainda mais importante para o aprendizado dos alunos.

Portanto, veja também como organizar os eventos educacionais nesse período em que as aulas estão voltando e os estudantes estão bastante animados com novidades.