A acessibilidade em eventos é de extrema importância para proporcionar uma boa experiência e um tratamento adequado a visitantes com qualquer tipo de deficiência.

O dia nacional da acessibilidade é comemorado em 5 de dezembro e tem como objetivo favorecer a conscientização e estimular a construção de uma sociedade inclusiva e solidária, que proporcione igualdade de oportunidades a todos.

Então, se você, como produtor, deseja que o seu evento contribua para essa ação e esteja dentro das normas básicas de acessibilidade, continue lendo este artigo e descubra!

O que é acessibilidade?

De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o termo acessibilidade está relacionado com a possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para a utilização, com segurança e autonomia, de edificações, espaços, mobiliários, vias públicas, equipamentos urbanos e transporte coletivo.

A Lei nº 10.098/2000 estabelece que haja a remoção de barreiras arquitetônicas, comunicacionais, metodológicas e instrumentais, a fim de garantir a melhoria da qualidade de vida para todas as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Além disso, com base em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil possui, em média, cerca de 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência, o que representa 23,9% da população acima de 2 anos de idade.

Diante disso, ter acessibilidade em eventos é fundamental para garantir que todas essas pessoas tenham um bom atendimento e experiência.

Qual a importância da acessibilidade em eventos?

A acessibilidade em eventos possui um papel de extrema importância, pois tem como principal objetivo contribuir para inclusão da pessoa com deficiência em qualquer lugar que ela queira estar, inclusive na sua produção.

Com isso, é possível demonstrar empatia e preocupação com o próximo, possibilitando que todos tenham oportunidades iguais de participar de eventos ou conhecer novos locais com uma boa infraestrutura, garantindo segurança e conforto naquele ambiente.

Sendo assim, o produtor de um evento inclusivo ganha credibilidade e reconhecimento. Esse pode ser o diferencial para que o organizador seja requisitado por empresas e parceiros para a produção de novos eventos com essa estrutura e que ofereça a acessibilidade.

Como implementar a acessibilidade em eventos?

Agora que você já conhece o que é acessibilidade e qual a importância de aplicar em eventos, chegou o momento de colocar a mão na massa e começar o planejamento!

Quer que a sua produção seja um sucesso e contribua para a inclusão e boa experiência de todos? Então é fundamental garantir que as regras de acessibilidade sejam seguidas, não só para estar de acordo com as leis, mas também para tornar essa visita ainda mais satisfatória.

No entanto, antes de mais nada, é essencial que você conheça esse público. Sendo assim, é indispensável que no cadastro da participação do evento, tenha a opção de comunicar se o visitante tem ou não deficiência e a qual ela se refere.

Assim, é possível preparar todos os ambientes e entender quais são as nomenclaturas e formas mais corretas de se comunicar com esse público.

Conheça algumas dicas de como implementar a acessibilidade em evento:

1. Escolha um ambiente espaçoso

O primeiro passo para implementar a acessibilidade em eventos é escolhendo um ambiente espaçoso.

Sendo assim, antes de definir qual será o local da produção, é fundamental que você faça uma visita técnica e considere alguns pontos de atenção:

  • espaço entre os assentos;
  • corredores largos e amplos
  • espaço para comportar os cães-guia;
  • entre outros.

2. Verifique se o local tem rampas e corrimãos

De nada adianta o ambiente ser grande se ele não tiver rampas e corrimãos, certo? Essa é uma maneira de prezar pela segurança dos visitantes, principalmente aqueles que possuem mobilidade reduzida ou usam cadeira de rodas.

Você não quer que um participante chegue ao evento e não consiga entrar por falta da rampa de acesso, não é mesmo? Por isso, essa é uma forma de não deixar ninguém de fora e garantir que não tenham situações constrangedoras neste dia tão importante.

3. Não se esqueça das placas de sinalização

A sinalização também é extrema necessidade, principalmente, para os deficientes auditivos. Isso porque, as placas de sinalização irão direcionar essas pessoas para os locais corretos, nos assentos adequados e a localização dos banheiros, por exemplo.

Além disso, essa sinalização é ideal para identificar a área reservada ao deficiente e comunicar que aquele acesso é restrito, utilizando a seguinte frase: área reservada para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Também é possível utilizar apenas o símbolo que representa a acessibilidade.

4. Disponibilize vagas para pessoas com deficiência no estacionamento

Ter vagas para portadores de deficiência no evento é outro ponto que deve ser levado em consideração. Por lei, 5% delas devem ser destinadas para esse público e reservadas o mais perto possível da entrada.

Sendo assim, é essencial que elas sejam identificadas com o símbolo internacional da acessibilidade, de modo que tenham um grande destaque para se diferenciar das demais.

5. Garanta que os banheiros sejam adaptados

Para as pessoas que utilizam cadeira de rodas, é fundamental que os banheiros sejam adaptados para melhor locomoção e acomodação dentro do ambiente.

Por isso, também é necessário, por lei, que 5% do número total de banheiros sejam adaptados. Caso seja preciso construir esses banheiros, garanta que eles estejam de acordo com as normas NBR – 9050.

6. Considere a acessibilidade em eventos online

É importante lembrar que em eventos ou cursos online também devem ser consideradas a acessibilidade e inclusão.

Usar legenda na sua transmissão, contratar um intérprete de libras e fazer descrições visuais faladas são ações simples que tornam a sua produção acessível a todos.

Conclusão

Produzir eventos acessíveis demonstra profissionalismo por parte do organizador, o que impacta a sua imagem e autoridade no mercado. Mas, principalmente, a acessibilidade em eventos garante que sua produção não ignore uma parcela considerável da população e permite que todos tenham a mesma oportunidade de participar.

Agora que você já sabe a importância da acessibilidade em eventos, é fundamental que você também conheça algumas dicas para segurança na retomada das produções.