É comum vermos que grande parte dos festivais escolhe lugares especiais para a realização de suas edições. Alguns eventos, por exemplo, rolam dentro de parques de diversões, contando assim com toda a estrutura cenográfica que esse ambiente já proporciona.

Também não é raro encontrar espaços abandonados que são revitalizados justamente com a realização de festivais, assim como a escolha de paisagens paradisíacas como cenário para os eventos.

Alguns festivais, porém, se destacam ainda mais no quesito locação. Seja pela escolha inusitada do lugar ou até mesmo pela criação do próprio em um espaço imprevisível.

Destacamos 5 festivais que acontecem em lugares que dificilmente alguém apostaria ser a localização ideal para um evento de música. Mesmo assim (e talvez por isso mesmo), deram certo demais!

1. Festival Burning Man

O Burning Man é o maior exemplo de festival que acontece em um lugar surreal, afinal, a cada edição o evento cria a sua própria cidade.

Geograficamente, o BM acontece há mais de 30 anos no deserto de Black Rock, em Nevada, nos Estados Unidos. A cada ano é levantada uma cidade temporária no local, chamada de Black Rock City, cuja infraestrutura é planejada e organizada por voluntários do festival, sempre seguindo o tema proposto pelo evento para aquela edição.

Com isso, o Burning Man consegue ser um festival realizado no meio do nada, porém com uma estrutura fantástica, digna de uma cidade temporária, e que ainda muda a cada edição. Mais surreal impossível!

festival burning man Foto: divulgação

2. Festival Electric Castle

Como o próprio nome já entrega, o Electric Castle acontece em um castelo europeu. Mas, alguns detalhes tornam o lugar ainda mais especial: o evento, que surgiu em 2013, rola desde a primeira edição no Bánffy Castle, um castelo barroco construído no século XV e cercado pela vila Cluj-Napoca, na Transilvânia (Romênia).

O lugar sofreu com a Segunda Guerra Mundial, passando por algumas restaurações posteriores. Mas foi depois que o festival surgiu que o castelo ganhou mais atenção. O Electric Castle, inclusive, doa parte do dinheiro arrecadado com os ingressos para o processo de restauração do lugar.

Além disso, a região da Transilvânia, onde o evento acontece, é bem famosa pelas lendas que mexem com o imaginário popular. A sensação é de estar indo a um festival dentro do castelo do Conde Drácula! Não à toa, mais de 170 mil pessoas passam pelo festival anualmente.

festival eletric castle Foto: divulgação

3. Festival Into the Valley

O Into the Valley tem várias edições pelo mundo, mas a principal acontece na histórica pedreira abandonada Rummu, na Estônia.

Hoje, grande parte da pedreira de calcário está submersa, formando um lago de cor surreal e deixando ainda mais deslumbrante e pitoresca a localização.

Vale ainda dizer que a pedreira Rummu fica ao redor de duas antigas prisões da região. Um cenário bem inusitado para receber imensas instalações de luz, componentes audiovisuais e projeções mapeadas em 3D que utilizam a própria na paisagem para criar experiências imersivas.

festival into the valley Foto: divulgação

4. Festival Melt!

Um dos maiores festivais de música eletrônica da Alemanha, o Melt! acontece em um gigantesco museu ao ar livre, o Ferropolis, nada menos que uma antiga área industrial, cheia de estruturas, máquinas, veículos e equipamentos abandonados, que ganham iluminação caprichada durante o festival e fazem um cenário especialmente inusitado.

Por muitos anos, essas máquinas ajudaram a escavar toneladas de carvão da mina Golpa-Nord, que encerrou as atividades na década de 1990, deixando tudo por ali mesmo em Ferropolis: a cidade de ferro.

Nada mais improvável para se tornar o cenário de um festival eletrônico, que recebe 25 mil pessoas por edição.

festival melt Foto: divulgação

5. Festival Snowbombing

Festivais de inverno são comuns, mas um lugar cheio de neve não parece exatamente o cenário perfeito para um evento assim. Mas a proposta do Snowbombing é exatamente essa!

O festival acontece em Mayrhofen, um famoso resort de esportes na neve, situado a mais de 3 mil metros acima do nível do mar.

Com diversas pistas de ski, que não deixam de funcionar nem no verão, o lugar recebe o evento que rola por seis dias e oferece uma programação diversificada, inclusive com apresentações dentro de um iglu.

festival snowbombing Foto: divulgação

E aí? Partiu escutar um showzinho abaixo de 0 grau?