Com o avanço da vacinação contra a covid-19 no Brasil, os eventos de virada do ano já possuem alta expectativa de público nas principais capitais do país. É o que explica o Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, no portal oficial do governo federal.

Para ele, o réveillon será um dos maiores impulsionadores da retomada das atividades no país. “Os números já mostram que os brasileiros estão se sentindo seguros para voltar a viajar. O aumento substancial na quantidade de brasileiros vacinados reflete na confiança para a realização de grandes eventos”, afirmou Gilson Machado.

Pensando nisso, os produtores já começaram a planejar suas próximas produções para a grande virada.

No entanto, há algumas dicas importantes que você deve seguir para evitar problemas. Veja, neste artigo, o que os produtores não devem fazer em suas festas de ano novo.

 

O que o produtor não deve fazer no evento de virada do ano?

Produzir um evento de virada do ano é uma tarefa importante, afinal, é um momento bastante especial, e as pessoas buscam por opções que sejam, além de divertidas, muito bem organizadas.

E, para isso, conhecer algumas dicas do que não fazer pode ajudar os produtores a acertarem em pontos estratégicos da organização de um evento como esses.

Veja a seguir:

 

1. Demorar para escolher o local

Por ser uma data comemorada por grande parte das pessoas no mundo inteiro, os melhores lugares para alugar podem ficar indisponíveis rapidamente. No ano de 2020, por exemplo, o réveillon do Rio de Janeiro bateu o recorde de turistas mesmo com a pandemia do coronavírus, recebendo 1,7 milhões de visitantes, segundo a Prefeitura do Rio.

E, nas festas particulares, não é diferente. Por isso, se antecipar para a escolha do local do evento pode evitar alguns problemas, como:

  • correr o risco de não achar um lugar que seja adequado para o tipo de evento;
  • alugar um espaço muito menor ou maior em relação ao público recebido;
  • ter que optar por um local sem muita estrutura, com banheiros bons e suficientes ou equipamentos.

Para fugir dessas situações, o ideal é realizar todo o planejamento do seu evento com antecedência, pensando nas atrações e na quantidade desejada de pessoas. Assim, fica mais fácil escolher um bom local e alugar por um período de tempo suficiente.

 

2. Não apostar em divulgação do evento de virada do ano

O marketing para eventos é uma estratégia bastante eficaz na divulgação das festas de final de ano. Porém, é uma etapa que também deve ser planejada com antecedência, para que as pessoas fiquem sabendo do evento e sejam incentivadas a fazer parte. .

Quando o produtor não se atenta para a divulgação do seu evento de virada do ano, poderá perder diversos benefícios, entre eles:

  • a promoção da sua marca;
  • a atração de novas pessoas;
  • o alcance de um público maior.

Para que o seu evento possa ser um sucesso, uma das etapas principais é atingir o público desejado, e para isso, fazer a divulgação a um grande número de pessoas é essencial.

Dito isso, algumas ações específicas ajudam os produtores a terem eficiência no marketing de eventos, como:

  • utilizar a tecnologia, investindo em aplicativos e ferramentas que automatizam os processos;
  • apostar em uma identidade visual para que a sua marca seja reconhecida e lembrada, além ganhar mais credibilidade;
  • divulgar em redes sociais a fim de atingir um bom número de pessoas sem gastar muito.

 

3. Não priorizar a qualidade

A organização de um evento requer muitos cuidados e detalhes, principalmente no réveillon, em que se deve ter bastante atenção com:

  • os artistas contratados;
  • as comidas e bebidas;
  • a decoração;
  • o aluguel dos móveis.

Por isso, o produtor deve estar atento, em primeiro lugar, para a qualidade desses itens. Sendo assim, escolher bons fornecedores é essencial, e poderá livrá-lo de situações desagradáveis que envolvem atrasos nas entregas, má qualidade dos produtos, entre outros.

Muitas vezes, os organizadores de eventos buscam preços baixos e acabam recebendo produtos ruins ou de baixa qualidade, o que pode manchar a imagem de quem está realizando o evento.

 

4. Não se atentar aos detalhes

Uma das questões principais para entrar no clima das festas de réveillon é a decoração, parte essencial da celebração. Quando o produtor não presta atenção nisso por motivos de economia ou desatenção, é possível que a festa perca um pouco da sua magia.

Ao contrário do que se pensa, deixar uma parte do orçamento para investir nisso é totalmente necessário, já que a decoração é responsável por encantar o público e criar a atmosfera de fim de ano que é esperada nesse tipo de evento.