Como escolher o palestrante do meu evento?

Como escolher o palestrante do meu evento?

A escolha de um palestrante para uma conferência, seminário, curso ou outro evento educativo, pode representar o sucesso ou fracasso da produção.

ebook-download-banner-small

#DicaSympla: E-book completo para Organização de Seminários e Conferências – Como fazer com que seu seminário ou conferência se torne referência na área e seja um sucesso!

 

Independentemente se a plateia é de 100 ou de 2 mil pessoas, essa etapa da organização é um grande desafio para quem está nos bastidores. Para fazer a escolha certa, é necessário analisar uma série de fatores e identificar o profissional ideal para o seu evento. Vale lembrar também, que nem sempre o mais barato ou o mais famoso serão as melhores opções.

Por isso, listamos abaixo alguns itens que vão auxiliá-lo no planejamento de seus próximos eventos. Acompanhe:

Como é o perfil do público?

Quando se planeja um evento, é preciso ter em mente o que deixaria o público e o cliente satisfeitos. Ao decidir o tema da palestra e escolher o palestrante, identificar o perfil do público é mais do que essencial.

Em eventos comemorativos, com público heterogêneo, famílias ou adolescentes, por exemplo, um palestrante com perfil motivacional pode ser a melhor opção. Já para um evento destinado à diretores de empresas, um grande nome profissional pode atrair as pessoas. Palestras com caráter técnico, voltadas aos treinamentos, exigem que o palestrante tenha domínio de determinada área e não seja generalista, pois poderá enfrentar perguntas de um público bastante crítico.

Ou seja, não dá para escolher alguém somente pelo nome ou pelo preço, é necessário, antes de tudo, conhecer seu público e as necessidades dele!

Qual é o formato do evento?

Palestra, seminário, curso, treinamento? Dependendo da profundidade que o evento abordará determinado tema, é necessário optar por perfis específicos de profissionais. É uma palestra curta para pais de alunos ou um seminário sobre técnicas de redação para executivos? Um curso rápido de oratória para vendedores ou um treinamento ou workshop sobre uma nova solução de T.I.? De acordo da carga de conhecimento que será repassado, analise se vale a pena contatar um palestrante, conferencista, professor ou consultor, por exemplo.

O que é importante em um palestrante?

Existem características do palestrante que são capazes de captar a atenção da plateia e, dessa forma, tornar o evento mais interessante. São elas:

Senso de humor

Algumas pessoas na plateia estarão lá por obrigação e outras porque realmente desejam aprender sobre o tema. Porém, uma palestra pode se tornar monótona para os dois perfis se o palestrante não tiver um bom jogo de cintura. É importante que ele saiba intercalar períodos sérios com histórias engraçadas ou frases espirituosas, que chamam a atenção e empolgam o que estão mais sonolentos. Porém, cuidado ao escolher palestrantes comediantes, que exageram na dose de piadas. Além disso, conheça o trabalho dele e veja se o tom do humor é compatível com o seu público.

Originalidade

Nada mais entediante do que ouvir a mesma história em todas as palestras e seminários. O palestrante ideal é aquele que está a par das tendências e dos cases de sucesso atuais, porém, foge do senso comum e busca uma abordagem diferente da de seus colegas palestrantes.

Um profissional criativo consegue enxergar um ângulo novo de uma história manjada e imprime estilo e paixão em suas falas. Palestras que somente repetem o que livros e revistas dizem não ganham destaque e tendem a ficar obsoletas.

Pontualidade

Pode até parecer óbvio que o dever do profissional contratado seja chegar na hora combinada. Porém, sabemos que no mundo dos negócios as coisas não são bem assim. Principalmente no caso de palestrantes muito famosos ou que têm outra profissão paralela, a pontualidade não costuma aparecer como uma das virtudes mais frequentes.

É importante que você converse com outros produtores e verifique o histórico de cancelamentos e atrasos do profissional cotado antes de fechar um contrato com ele. Já pensou ter de ficar “enrolando” uma plateia de executivos que vieram de diversas cidades somente para participar do evento? Melhor não arriscar.

Não se esqueça!

Se for o caso do palestrante vir de outra cidade, fica a cargo do organizador providenciar e arcar com os custos do transporte e hospedagem para acomodá-lo. Faça as reservas e deixe tudo pronto pra ele.

A dica final é: pesquisa e ponderação. Com planejamento e estudo, é possível organizar um evento inesquecível para os participantes por mérito do conteúdo repassado, não pelo local da palestra ou pelo coffee-break. Boas produções!

banner-bottom

  • Excelente Texto, eu verdadeiramente acho que este website necessita de muito mais atencao. Eu provavelmente estarei novamente a ler muito mais, obrigaduuu por essa informacao.

  • Jonatas Tavares

    Concordo também. Com certeza este website é excelente e a empresa parece ser uma das melhores. Parabéns aos que fazem a empresa!

TOPO
Gostou do blog?
Gostaria de receber as melhores práticas sobre produzir eventos em seu email? 

×