Já ensinamos os 9 passos para organizar uma festa junina perfeita! E, para deixar esse universo de bandeirinhas, roupas coloridas em xadrez, pescaria, tiro ao alvo, fogueira e correio do amor ainda mais completo, vamos falar de comidas de Festa Junina?

A tradição da festa de São João foi trazida pelos portugueses, e ela é levada tão a sério que em algumas cidades do Brasil chega a durar um mês inteiro!

Principais comidas de festa junina

São tantas as receitas queridinhas do público que só de pensar faz a boca salivar e o coração ficar quentinho: cocada, quentão, pipoca, maçã do amor, canjica, arroz doce, bem-bocado, doce de abóbora, quebra queixo, rosquinhas de São João, vinho quente, churros, favo holandês, suco de milho verde, pé de moleque, caldo de mandioca, galinhada, broa, milho, curau, doces feitos com tapioca, empadão, pão de queijo, canjica, amendoim, pastel, cachorro-quente, crepes, caldo de feijão, canjiquinha, paçoca, polenta, bolo de fubá…

Fichas-para-Festa-Junina_Banner

Diferentes tipos de comidas de festa junina por estado

Nosso brasilsão é tão grande que, quando falamos das comidas de festa junina, as variações são grandes de estado para estado.

Em Goiânia, por exemplo, temos a “chica doida” como comida típica de festa junina: consiste numa massa bastante condimentada e apimentada feita com milho, que é servida numa cumbuca, fazendo cair o queixo de quem come pela primeira vez. Além disso, o empadão goiano, que consiste basicamente numa torta recheada de várias formas, se faz presente nesses eventos! O recheio mais comum é frango desfiado, azeitona, palmito, ervilha e milho.

No Maranhão, arroz de cuxá é visto nas barraquinhas. Para quem nunca ouviu falar, o cuxá é um molho feito com vinagreira (uma planta alimentícia não convencional que também é conhecida como azedinho ou cururu da Guiné), gergelim, camarão seco, farinha de mandioca seca e pimenta-de-cheiro, que são ingredientes facilmente encontrados na região.

Em Porto Alegre é comum comer pinhão, que é uma semente cheia de gorduras boas. Quando cozido, seu interior fica macio e saboroso, sendo consumido pelos gaúchos feito pipoca, tanto que é servido num saquinho de papel, acompanhando bem as bebidas servidas no São João.

Em Belo Horizonte, o pé de moleque, também conhecido como “quebra dentes”, reina! Os mineiros não abrem mão da iguaria, que é feita com amendoim torrado e rapadura. Na América do Norte esse doce é conhecido como “peanut britlle”, a diferença é que por lá os americanos costumam usar o mel de abelha no lugar da rapadura.

Os belorizontinos também costumam ter a canjiquinha sempre à mão nas festas juninas, que é feita com milho e servida numa panela de barro, que mantém o calor durante o cozimento dando à iguaria um sabor único! Afora isso, o pão de queijo não perde lugar durante a festança!

Receitas inovadoras de comidas de festa junina

Para deixar sua quermesse ainda mais apetitosa, trouxemos 2 dicas de receitas simples que podem ser feitas para deixar todo mundo com água na boca. Anotem aí:

Chocolate quente

Essa receita é cremosa e vegana!

Ingredientes

  • 200ml de leite de coco
  • 100ml de leite de castanha de caju (esse ingrediente pode ser substituído pelo leite de coco. Se optar por não usá-lo, ao invés de 200ml use 300ml de leite de coco)
  • 2 cl. (de sopa) de cacau em pó 100%
  • 1 pitada de canela
  • 1 pitada de noz moscada

Leve todos os ingredientes ao fogo médio até que a mistura fique bem homogênea. Se quiser, salpique um pouco de canela por cima antes de servir.

Acompanha lindamente qualquer comida de festa junina! Se quiser adicionar álcool à bebida, sugerimos 1 dose de conhaque de boa qualidade.

Comidas de Festa Junina Chocolate-Quente

Dadinho de tapioca com melado de alecrim apimentado

Parece pão de queijo, mas não é. Essa receitinha leva um ingrediente típico da região nordeste: tapioca granulada, que pode ser encontrada em vários supermercados. Só não vale confundir com a tapioca hidratada!

Ingredientes

  • 700ml de leite de vaca
  • 300ml de leite de coco
  • 400g de queijo de coalho ralado
  • 400g de tapioca granulada (não confunda com a tapioca hidratada!)
  • 1 pimenta dedo de moça picadíssima (opcional)
  • Alecrim muito bem picado a gosto* (opcional)
  • 200ml de melado de cana ou mel
  • Óleo de girassol para fritar

*O alecrim pode ser usado no molho ou misturado na massa!

Como fazer

Misture o melado com a pimenta dedo de moça e o alecrim. Reserve.

Esquente os leites mas não deixe ferver. Quando estiver quente, desligue o fogo, e, mexendo durante todo o processo, adicione a tapioca, o queijo, o leite de coco e o sal. Mexa até ficar homogêneo.

Num tabuleiro pequeno e forrado com plástico filme, coloque a mistura gentilmente e passe uma espátula por cima para igualar todos os lados. A altura da massa deve ter dois dedos de espessura.

Leve à geladeira por pelo menos 3 horas. Após, corte em cubos e reserve.

Aqueça o óleo numa panela alta e coloque os dadinhos com cuidado um a um e deixe fritar até que fiquem dourados de todos os lados. 

Sirva acompanhado do melado.

Comidas de Festa Junina - Dadinho de TapiocaDica:

Se preferir, dá para assar os dadinhos! Basta untar uma forma com qualquer óleo (o de coco confere um gostinho adocicado especial à receita), e assar a 200ºC por cerca de 30 minutos ou até dourar. Nesse caso, vale virar os dadinhos na metade do tempo, para que fiquem dourados de todos os lados.

E aí, o que achou dessas dicas? Compartilhe com seus amigos :)

Texto escrito por Carolina Dini, responsável pelo Cebola na Manteiga