As 3 dicas de ouro para criar pesquisas de satisfação para eventos

As 3 dicas de ouro para criar pesquisas de satisfação para eventos

Pesquisas de satisfação agem como uma ferramenta poderosa para o produtor verificar se seus objetivos estão sendo atingidos e o que pode ser aperfeiçoado. Nem sempre o público se sente ouvido e as pesquisas representam uma boa oportunidade de dar espaço para o participante manifestar sua opinião sobre os eventos. Ao colher essas informações, é possível entender os pontos a serem melhorados e dar um retorno aos clientes.

A produção de eventos é sempre mais bem sucedida quando há um bom conhecimento e adequação aos gostos do público-alvo e, para isso, pesquisas de satisfação se encaixam como uma luva nesse aprendizado! Afinal, elas te ajudam a conhecer melhor o perfil dos clientes e usar isso a seu favor. Um cliente satisfeito certamente participará de outros eventos seus e ainda fará propaganda gratuita no boca a boca.

Baseado nisso, separamos as 3 dicas mais valiosas e práticas para você aplicar pesquisas de satisfação nos seus eventos.

1. Planeje sua pesquisa de satisfação antes de o evento ocorrer

Pensar e criar um formulário de pesquisa antes da realização do evento possibilita ao produtor enviar questionários de alta qualidade já no dia seguinte ao evento, quando os acontecimentos ainda estão frescos na memória dos participantes, favorecendo respostas completas e feedbacks mais qualificados.

Por não saberem da importância e do valor das informações que podem ser coletadas com uma pesquisa de satisfação, alguns produtores acabam não aplicando-a. Não cometa esse erro, heim?

Formulários simples, com respostas de sim ou não ou escala de 1 a 5, são boas opções e já te dão uma boa visão dos pontos em que acertou ou errou.

2. Pergunte menos para receber mais respostas

Muitos produtores, pretendendo extrair o máximo de informações de uma pesquisa de satisfação, criam formulários enormes e cansativos, o que não é nada atrativo para os participantes. O mais recomendado é focar nos pontos críticos que merecem ser estudados, levando em conta questões relacionadas à prestação de serviços, à experiência do cliente e à satisfação do evento como um todo.

Uma questão importantíssima que deve ser incluída na sua pesquisa é sobre o que você pode mudar. A resposta te dará indicações claras do caminho a seguir, ainda que não seja exatamente o que você esperava.

Em uma pesquisa global feita pela SurveyMonkey, constatou-se que pesquisas de satisfação para eventos estão entre as mais curtas dentre todas. Veja a tabela abaixo:

Tabela apresentando quantas perguntas são feitas por produtores de eventos em pesquisas de satisfação

Isso ocorre porque, para eventos, a quantidade de respondentes é muito mais relevante ao produtor do que a quantidade de respostas por respondente. Pesquisas menores normalmente são mais receptivas, o que torna o trabalho de criação de formulários ainda mais complexo, pois exige conhecimento sobre priorizar o que é mais importante.

Dê preferência primeiro às perguntas quantitativas ou optativas e só então perguntas dissertativas. Mas, atenção! Mesmo em questões fechadas, é importante deixar um campo para a pessoa justificar sua resposta ou fazer alguma observação se desejar.

Muitos produtores ao redor do mundo já utilizam formulários com uma metodologia simplificada para avaliar a satisfação dos clientes, baseada em apenas duas perguntas para assegurar o máximo de respostas possível. Esse questionário, conhecido como NPS (Net Promoter Score), constitui em perguntar apenas:

 

  • De zero à dez, qual é a probabilidade de recomendar este evento a um amigo ou colega?
  • Você teria algum comentário, sugestão ou dúvida sobre o evento?

Sendo assim, na primeira pergunta procura-se quantificar o nível do evento, e na segunda qualificar os pontos fortes e os pontos fracos como um todo. Para saber mais sobre o NPS, acesse: https://pt.surveymonkey.com/mp/net-promoter-score/ .

3. Utilize o formulário de inscrição para receber parte das informações

Uma maneira inteligente de aproveitar ao máximo para coletar informações relevantes de seu público é fazer parte das perguntas antes mesmo do evento ocorrer. Claro que, nesse caso, não estará em pauta as informações sobre o ocorrido no evento, mas sim perguntas para conhecer melhor o seu público e depois, ao cruzar as informações, você saberá um pouco mais do contexto de quem lhe pontuou bem e quem pontuou mal.

Isso possui grande importância, pois há ocasiões nas quais grupos de pessoas se queixam de determinado ocorrido em seu evento, sendo que trata-se de uma minoria. Através do cruzamento de informações de perfil à feedbacks, você consegue fazer uma análise mais eficiente e saber se deve manter, descontinuar ou mesmo reformular ações.

No fim das contas, ao realizar uma pesquisa de satisfação, você tem a possibilidade de fidelizar seus clientes, conhecê-los bem para ofertar o que mais lhes agrada e ainda encontrar oportunidades para futuras edições do seu evento! Além disso, ao aumentar a quantidade de clientes satisfeitos, você também aumenta as chances de atrair novos clientes.

Só não se esqueça de agradecer aos respondentes pela colaboração, heim? Se considerar relevante, você pode, inclusive, oferecer um brinde ou presente como retribuição à participação deles. Quem sabe um cupom de desconto para o próximo evento que vai realizar? O item vai servir como incentivo para mais pessoas responderem!

Já tem a prática de usar pesquisas de satisfação em seus eventos? Compartilhe conosco suas experiências ou dúvidas! Será um prazer trocar informações sobre o assunto :)

banner-bottom

TOPO
Gostou do blog?
Gostaria de receber as melhores práticas sobre produzir eventos em seu email? 

×